O Equilíbrio é necessário nos relancionamentos?

O equilíbrio nos relacionamentos constelação sistêmica

Sim, e é muito importante!

Dentro da visão da constelação sistêmica  existem alguns princípios e posturas que podem auxiliar os relacionamentos afetivos 

Entre elas:

 Equilíbrio de Trocas: 

Onde o dar e o receber devem ser equilibrados, ou seja, o esforço para que o relacionamento tenha êxito tem que ser equiparado para que o relacionamento seja saudável para ambos, indo além do valor monetário investido nos relacionamentos, mas também no esforço dedicado para o sucesso da relação.

Relacionamento entre Adultos:

Ambos devem agir e se  tratem como adultos, afinal criança não namora!

Quando tratamos nosso parceiro(a) como filho, ou os mimamos de mais como crianças, isso causa uma inversão de papéis, pois saímos do nosso lugar de parceiros (as) para mãe/pai. Isso pode levar o relacionamento a se tornar abusivo e também afetar a vida sexual do casal. 

Respeito a Família de Origem dos Parceiros

Somos o que recebemos de nossos pais, nosso sistema familiar, quando não aceitamos nosso sistema negamos parte de nós. Isso vale também para o nosso parceiro(a) que também é oque recebeu de seus pais, seu sistema familiar e dos sistemas nos quais fez parte, senão aceitamos seu sistema rejeitamos também nosso parceiro.

Respeito a Antigas Relações do Parceiro(a)

Entre as três leis básicas sistêmicas está o pertencimento, melhor dizer, todos fazem parte do sistema, mesmo que as relações tenham acabado. Aquelas pessoas fizeram parte, e precisam ser respeitadas em suas posições, de ex parceiro(a).Relações anteriores tem precedência e deve ser reconhecida e respeitada, especialmente se tiver gerado filhos. Não nos cabe julgar ou saber detalhes destas relações, toda relação tem direito à privacidade.

Todos são Responsáveis

É importante a consciência que cada um tem 50%  de responsabilidade para o sucesso da relação ou seu fracasso. Não existe ninguém isento dessa responsabilidade, por isso também não adianta imputar ao outro a sua parte. 

Há alguns princípios  sistêmicos que auxiliam  relacionamentos afetivos a serem mais saudáveis. Quando elas  acontecem ou são negligenciadas,  os relacionamentos podem entrar em desequilíbrio, causando desgastes, conflitos e muitas vezes os levando ao término. 

Ai você me pergunta …

E quais são esses pontos do relevantes entre os princípios sistêmicos para as relações? 

Um princípio importante na Constelação Sistêmica, é o equilíbrio de trocas, ou seja,  no que se dá e no que se recebe. Isso vai além do valor monetário investido nos relacionamentos, mas também no esforço dedicado para o sucesso da relação.

Relacionamentos entre Adultos 

Afinal, criança não namora!

Por isso é imprescindível para que o relacionamento tenha sucesso, que ambos hajam e se  tratem como adultos. Quando o parceiro (a) é tratado como filho(a), sendo mimado como criança, gera uma inversão de papel que pode até afetar a relação sexual do casal. Como criança não tem maturidade para ter relacionamento, isso faz as relações se tornarem abusivas, pois ela sai do papel de parceira(o), para o de mãe/pai dos mesmos. 

Respeito a Família de Origem dos Parceiros

Somos o que recebemos de nossos pais, nosso sistema familiar, quando não aceitamos nosso sistema negamos parte de nós. Isso não quer dizer que porque não acho certo o que houve com meus antepassados tenho que repetir,  apenas aceitar que todos fizeram o melhor que podiam e deram o que estava disponível para eles no momento e a partir dessa aceitação me libero para ser diferente, pois a única pessoa que podemos mudar somos nós mesmos. 

Isso vale também para o nosso parceiro(a) que também é oque recebeu de seus pais, seu sistema familiar e dos sistemas nos quais fez parte, senão aceitamos seu sistema rejeitamos também nosso parceiro.

Respeito a Antigas Relações do Parceiro(a) 

Entre as três leis básicas sistêmicas está o pertencimento, melhor dizer, todos fazem parte do sistema, mesmo que as relações tenham acabado. Aquelas pessoas fizeram parte, e precisam ser respeitadas em suas posições, de ex parceiro(a).Relações anteriores tem precedência e deve ser reconhecida e respeitada, especialmente se tiver gerado filhos. Não nos cabe julgar ou saber detalhes destas relações, toda relação tem direito à privacidade.

Todos Tem a Sua Parte Para que o Relacionamento dê Certo

É importante a consciência que cada um tem 50%  de responsabilidade para o sucesso da relação ou seu fracasso. Não existe ninguém isento dessa responsabilidade, por isso também não adianta imputar ao outro a sua parte. 

Sente que tem dificuldades em seu relacionamento afetivo?

Vamos Conversar,